Apendicite e os fatores de riscos da doença

apendicite e cuidados

A apendicite é a inflamação do apêndice – uma região do intestino grosso, resquício do processo evolutivo, que pode causar dor quando inflamado.

Causas da apendicite

As causas da apendicite não são sempre claras, mas algumas situações são conhecidas por levar à inflamação no apêndice. Veja:

  • Obstrução por gordura ou fezes
  • Infecção, como a gastrointestinal causada por vírus.

Em ambos os casos, uma bactéria presente naturalmente dentro do apêndice começa a se multiplicar, causando a inflamação e o inchaço do apêndice, e eventualmente com pus. Se não tratada prontamente, a apendicite pode causar o rompimento do apêndice.

Fatores de risco

Qualquer um pode desenvolver inflamação no apêndice, mas a apendicite é mais comum entre pessoas de 10 a 30 anos.

Não há, contudo, comportamentos considerados de risco e que possam contribuir para a inflamação.

Sintomas de Apendicite

O principal sintoma da apendicite é dor abdominal, que varia de acordo com a idade da pessoa e da posição do seu apêndice (“bolsa” presa na parte final do cólon) inflamado.

Geralmente, o primeiro sinal é dor na região próxima ao umbigo, que pode ser fraca no início mas vai se tornando cada vez mais aguda e grave conforme as horas passam.

À medida que aumenta a inflamação no apêndice, num processo que varia de 12 a 18 horas, a dor tende a se mover para baixo e à direita – local diretamente acima do apêndice, também chamado ponto de McBurney.

Outros sintomas de apendicite, que aparecem junto com a dor são:

  • Náusea
  • Vômitos
  • Apetite reduzido
  • Febre baixa

Se o apêndice se rompe, a dor pode desaparecer por um breve período e a pessoa se sente melhor repentinamente. No entanto, uma vez que o revestimento da cavidade abdominal fica inflamada e infectada (uma condição chamada peritonite), a dor piora e os sintomas se intensificam – principalmente quando a pessoa caminha ou tosse.

Sintomas posteriores incluem:

  • Calafrios
  • Constipação
  • Diarreia
  • Febre
  • Perda de apetite
  • Náusea a vômitos
  • Tremores.

Tratamento de Apendicite

O tratamento da apendicite é cirúrgico, ou seja, o apêndice (que é uma “bolsa” presa na parte final do cólon) inflamado é retirado durante uma cirurgia, em que a pessoa está anestesiada, no hospital. O procedimento é conhecido como apendicectomia.

O apêndice não é substituído durante a cirurgia, apenas é feita a sua remoção. A retirada do apêndice não traz nenhum risco documentado para a vida do paciente no futuro, uma vez que ele não tem nenhuma atividade conhecida no corpo humano.

Se o caso estiver sem complicações, ou seja, for feito o diagnóstico com o apêndice ainda inteiro, um cirurgião normalmente o removerá logo após o problema ser constatado.

Leia também: Bromidrose: saiba o que e como tratar

1 Comentário

  1. […] Leia também: Apendicite e os fatores de riscos da doença […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar!

maillots football boutique fussball trikots outlet billige fodboldtrøjer fótboltatreyjur maillot de foot venta camisetas de futbol baratas goedkope voetbalshirts maillot foot pas cher maglie di calcio online fotbalové dresy eshop fotbollströjor med tryck stroje piłkarskie