Radiofrequência: tratamento para rugas e flacidez

radiofrequencia tratamento

A radiofrequência foi usada pela primeira vez no século XIX pelo físico francês Jacques-Arsène D’Ansorval e vem sendo utilizada até hoje nas práticas da dermatologia estética. A radiofrequência tornou-se um padrão de tratamento estético com muitas indicações, devido à sua versatilidade, eficácia e segurança.A técnica age através da geração de calor no tecido embaixo da pele, que induz a produção de novas fibras de colágeno e melhora o aspecto da pele. Para isso, são emitidas correntes de alta frequência, que contam com uma tensão aproximada de 30.000 a 40.000 Volts e com frequência de 1560 a 200 kilohertz.

Indicações da radiofrequência

Dentre as indicações mais comuns para a radiofrequência, estão: melhora da flacidez da pele, redução de rugas, redução da celulite, tratamento de cicatriz de acne e estrias.

Como é feita a radiofrequência

Inicialmente a pele deve ser higienizada com água e sabonete ou óleo de limpeza. Em seguida será aplicada vaselina na área a ser tratada caso seja parte do corpo ou gel de condução quando a área de tratamento for facial. Através dos aplicadores posicionados na pele, são realizados disparos de radiofrequência no local tratado. Após se retira o material aplicado e termina a sessão.

A técnica não é invasiva e causa efeitos apenas na área de tratamento. O objetivo de cada sessão é elevar a temperatura da pele e do tecido subcutâneo até 39°C a 42°C e mantê-la por um período de 14 minutos. Após o tratamento é retirado o gel ou a vaselina da pele.

Cuidados após a radiofrequência

Aspecto da pele

Logo após a radiofrequência, a pele ficará com uma leve vermelhidão e inchaço suave a médio. Pode ainda haver urticária – caracterizada por vergões vermelhos e salientes na superfície da pele que geralmente provocam coceira – e marcas arroxeadas na pele. Pode ainda acontecer alergia à substância utilizada (o gel ou a vaselina). Todos esses efeitos colaterais são transitórios

Proteção solar

O protetor solar é recomendado todos os dias, mas deve ser aplicado depois de pelo menos uma hora da realização do procedimento.

Contraindicações

Qualquer doença de pele na área tratada, uso de marca-passo, desfibrilador, ou qualquer implante eletrônico contraindica o tratamento com radiofrequência. Coagulopatias, sangramento excessivo ou hematomas, histórico de trombose profunda e uso de medicamentos como anticoagulantes e corticoides de modo contínuo e uso de isotretinoína nos últimos seis meses também impedem o método. Pessoas com tumores malignos ativos ou recentes, doenças da tireoide descontrolada, qualquer histórico de doenças estimuladas pelo calor, como a herpes, no local a ser tratado, desordem endócrina, como diabetes e HIV também não podem passar por sessões de radiofrequência. Além disso, mulheres que usam o método anticoncepcional DIU são contraindicadas à técnica para a região abdominal.

Leia também: Os tratamentos de pele que podem ser feitos no verão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar!

maillots football boutique fussball trikots outlet billige fodboldtrøjer fótboltatreyjur maillot de foot venta camisetas de futbol baratas goedkope voetbalshirts maillot foot pas cher maglie di calcio online fotbalové dresy eshop fotbollströjor med tryck stroje piłkarskie