Tipos de Cabelo: saiba qual o seu e cuide corretamente

tipos de cabelos
Existem vários tipos de cabelos, você já se perguntou qual é o seu? Saiba como identificá-lo e quais são os produtos corretos para ele.

Tipos de cabelos

Cabelos oleosos

As pessoas que tem pele oleosa costumam ter os cabelos oleosos. Algumas dicas simples como evitar alimentos gordurosos, não passar muito a mão nos cabelos, deixar o cabelo solto e ter cuidado com o uso excessivo de acessórios como chapéus, por exemplo, pode ajudar a amenizar o problema. Deixar os fios soltos faz com que o ar circule entre eles e melhore a respiração do couro cabeludo. Ao usar produtos como máscara, condicionador, óleos e finalizadores, aplique sempre da metade do cabelo para as pontas, nunca na raiz.
Além disso, a oleosidade excessiva pode ser resultado de uso constante de cosméticos, gerando acúmulo de resíduos no couro cabeludo. Para combater isto, surgiram produtos de “detox capilar”, cujo objetivo é manter os fios livres destes resíduos. São geralmente compostos de proteínas, multinutrientes, extratos de ervas e suco verde. Outra dica: lavar diariamente os cabelos pode estimular a produção de óleo. Opte por lavar em dias alternados, preferencialmente com água morna ou fria. Após enxaguar, use água mineral para fechar os poros e deixar os fios mais brilhosos. Abrir mão do secador, do babyliss e da chapinha por alguns dias para que seus cabelos possam “repousar” também ajuda.

Cabelos secos e cacheados

Cabelos ressecados são os que precisam de uma rotina de cuidados mais intensa. Suas principais características são a falta de maleabilidade e o toque áspero. Por mais que haja exceções, os cabelos cacheados possuem maior tendência a serem ressecados. A estrutura dos próprios fios cria obstáculos que impedem a oleosidade do couro cabeludo chegar às pontas do cabelo.
Fios encaracolados precisam de cuidados criteriosos, mas a aplicação de produtos de relaxamento para “soltar os cachos” não é necessária. O relaxamento quebra as pontes que formam a estrutura cacheada do fio, por tanto, trata-se de um produto de alisamento. Um procedimento indispensável para os fios ressecados é a hidratação. Shampoos para este tipo de cabelo devem retirar as impurezas de forma que não influencie na oleosidade natural dos fios. E, para cabelos extremamente secos, procure ampolas com vitamina E, ela ajuda a nutrir profundamente os fios. Não se esqueça de aplicar sempre distante da raiz.

Cabelos tingidos e descoloridos 

Assim como os ressecados, os tingidos precisam de uma manutenção rigorosa. Se a coloração for suave, o ideal é hidratar a cada quinze dias com uma máscara especial para cabelos coloridos, isto garante a durabilidade da cor e a maciez dos fios. Já quem faz uso de descolorantes, é necessário repor os nutrientes perdidos durante o processo, para isto, é recomendado usar uma máscara de nutrição uma vez por semana. Pode ser à base de ingredientes como óleo de amêndoas, óleo de argan e manteiga de karité, que são extremamente nutritivos.
É preciso fazer um tratamento de reconstrução a cada semana também. Uma linha reparadora pode ser uma alternativa ao uso de tratamentos hidratantes, que dão mais força e maciez aos fios. Para quem busca uma solução para cabelos platinados, o banho de brilho é uma das melhores maneiras para evitar os tons amarelados. Não se esqueça de ter cuidado ao entrar no mar ou na piscina, procure produtos específicos para estes casos, que ajudam a proteger o cabelo contra o cloro e o sal.

Cabelos volumosos e com frizz

O frizz ocorre quando os cabelos estão quebrados ou nascendo. Os fios curtos tendem a ficar arrepiados por causa da eletricidade e de variações do clima. Não há uma maneira de eliminar o frizz, mas existem produtos que previnem seu aparecimento e mantém os cabelos disciplinados. Os produtos que tem como finalidade diminuir o frizz fortalecem os fios, agindo como prevenção à quebra ou promovem a chamada “maquiagem capilar”. Disfarçar o frizz dos cabelos é simples, basta usar óleos de silicone ou vegetais, produtos de modelagem, leave-ins, séruns, entre outros.
Cabelos que são volumosos se dão bem com proteínas, manteiga de karité, ceramidas e vitamina E, esses componentes reduzem o volume e controlam o efeito de frizz.

Cabelos danificados

Processos químicos mais fortes, com potencial para danificar os cabelos, necessitam de uma reconstrução para tratar as camadas externas do fio. Opte por produtos à base de vitamina D (que é benéfica para cabelos enfraquecidos e com pontas duplas), ou que contenham ceramidas, arginina, proteínas, complexo de queratinas e soja em sua composição.

Cabelos com química

São chamados de “química” processos que interferem na estrutura natural dos cabelos, como progressivas, relaxamentos, tingimentos, luzes e escovas japonesas. É preciso ter atenção redobrada com estes cabelos na hora de tratá-los, já alguns componentes químicos podem não ser compatíveis entre si. Por isso, é necessário fazer uma avaliação dos fios com a ajuda de um profissional, antes da aplicação de qualquer tratamento. O ideal é que seja feito um teste de mecha para verificar a tolerância dos fios.
Caso esteja tudo em ordem, os cabelos podem ser tratados em casa, utilize produtos que contenham em sua fórmula ingredientes como óleo de abacate, oliva ou aminoácidos da seda. A máscara pode ser aplicada até duas vezes por semana.

Cabelos alisados e relaxados

Depois do processo de alisamento, os cabelos podem ficar ressecados, enfraquecidos e oleosos, além de perder o balanço e o brilho. Para recuperar a boa aparência dos fios, é necessário aplicar uma hidratação com produtos específicos para cabelos quimicamente tratados ao menos uma vez por semana e procurar por produtos que reduzam a oleosidade do couro cabeludo. Quanto menor o número de lavagens, maior é a durabilidade do alisamento. Por isto, procure lavar o cabelo com um intervalo maior de tempo, como de dois em dois dias, por exemplo. Use linhas voltadas para reconstrução, para repor a massa dos cabelos e linhas hidratantes, com manteigas e óleos.
O secador ajuda a manter o efeito dos alisantes, já que a maioria deles é termoativada. Mas é preciso ter cuidado com a temperatura da chapinha ou do secador: não deixe que estes aparelhos ultrapassem os 180 ºC.

2 Comentários

  1. […] Leia também: Tipos de Cabelo: saiba qual o seu e cuide corretamente […]

  2. […] Leia também: Tipos de Cabelo: saiba qual o seu e cuide corretamente […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar!

maillots football boutique fussball trikots outlet billige fodboldtrøjer fótboltatreyjur maillot de foot venta camisetas de futbol baratas goedkope voetbalshirts maillot foot pas cher maglie di calcio online fotbalové dresy eshop fotbollströjor med tryck stroje piłkarskie