Os métodos para combater a celulite incluem massagem, injeção e até radiação eletromagnética. Saiba os tratamentos corretos.Nem mesmo as modelos de corpo mais sequinho conseguem escapar dela, atualmente. Horas sentadas, escorregões na dieta e alguma influência genética fazem deste o problema de beleza mais temido no cotidiano feminino. Cerca de 85% das mulheres com mais de 35 anos convivem com a celulite, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Esse tipo de inflamação está dividido em três graus, dependendo da profundidade dos buraquinhos e até da consistência da pele (mais firme ou mais flácida). No nível 1, a celulite aparece quando a pele é pressionada, enquanto no 2 nenhum estímulo é necessário para notar o problema. Já o grau 3, além de apresentar furinhos profundos, largos e em grande quantidade, pode provocar sensação de dor.

Nenhum tratamento estético contra celulite funciona sem alterações na dieta e prática de exercícios fiscos. É preciso reduzir o consumo de açúcar e de gorduras, além de tomar muita água. Exercícios aeróbios ajudam na queima de gordura localizada, enquanto a musculação dá mais firmeza para a pele.

Mas se você está com disposição para encarar um pacote completo de combate ao problema, veja as dicas dos especialistas e escolha a melhor solução estética para deixar sua pele lisinha outra vez.

Conheça os tratamentos para combater a celulite

Drenagem linfática

Indicada para todos os graus de celulite, a drenagem linfática é uma massagem voltada a à eliminação de líquidos acumulados nos tecidos. A partir desses movimentos, toxinas e outros resíduos metabólicos também são expelidos, o que estimula a circulação sanguínea e, consequentemente, melhora o aspecto da pele como um todo. A drenagem também tem um papel importante nas regiões atingidas pela celulite porque ajuda a eliminar pequenos nódulos de gordura aprisionados no tecido. Por isso, o método costuma ser bastante eficaz no combate ao problema, além, é claro, de acabar com a sensação de inchaço.

Massagem modeladora

Enquanto a drenagem linfática estimula a eliminação do líquido acumulado no corpo, a massagem modeladora atua tanto sobre o sistema linfático quanto sobre as placas de gordura. Para atingir a gordura é necessária uma massagem mais firme e com movimentos rápidos e repetitivos. A manipulação da gordura promove a vasodilatação, aumenta a oxigenação local e acelera a velocidade de metabolização, o que ajuda a diminuir a flacidez. Ela é indicada para todos os graus de celulite, desde que o problema esteja associado a gordura localizada – nos casos em que a celulite surge por flacidez da pele ou carga genética, a massagem modeladora não é tão eficiente.

Creme anticelulite

Ainda não há uma solução definitiva contra a celulite. Os tratamentos também dependem de uma alimentação equilibrada, da prática regular de exercícios, da predisposição genética, entre outros fatores. O uso de cremes anticelulite deve estar associado a outros tratamentos e hábitos saudáveis para surtir efeito. O mercado oferece opções com retinoides, castanha da Índia, extrato de chá verde e diversas outras composições. Em geral, eles promovem a quebra da gordura local, a melhora da microcirculação e o estímulo à produção de colágeno, o que melhora a celulite.

Endermologia

A endermologia é um tratamento não invasivo que usa um aparelho motorizado composto por um sistema de sucção e dois rolos. Os movimentos do aparelho estimulam a circulação e promovem a drenagem linfática, o que diminui a celulite. Recomendado nos graus moderados e graves, o método ainda realiza uma leve esfoliação que elimina as células mortas no local em que é aplicado. Visualmente, a pele fica com menos irregularidades e com aparência renovada.

Radiofrequência

Este é um dos tratamentos mais eficazes contra a celulite. Ele estimula a produção de colágeno, o que diminui as traves fibrosas que retraem o tecido e deixam a pele cheia de furinhos. O aparelho utiliza uma radiação eletromagnética de alta frequência que faz com que as moléculas de água se agitem, aumentando a temperatura. O procedimento não é invasivo e não traz qualquer prejuízo à pele. Além disso, é um dos mais duradouros, por reestruturar o tecido de maneira mais intensa. É indicado para todos os graus de celulite, principalmente nos casos em que há flacidez associada.

Mesoterapia

A mesoterapia é uma técnica que utiliza um coquetel de medicamentos para diminuir a gordura no local tratado. O princípio básico da técnica é a aplicação de uma pequena quantidade dessas substâncias na área a ser tratada. Ao se espalhar pelo organismo, o coquetel estará diluído, o que reduz o risco de efeitos colaterais. Dependendo da aplicação e da administração dos medicamentos, o resultado pode ser prejudicial. Ela reforça ainda que é fundamental associar o tratamento a um treino regular, à alta ingestão de líquidos e a uma alimentação equilibrada.

Laser

O tratamento da celulite com laser é feito da seguinte maneira: na área que vai ser tratada, é aplicada anestesia local e, por meio de duas pequenas incisões (do tamanho da ponta de uma caneta), são inseridas cânulas com a fibra ótica do aparelho. Em seguida, o laser é aplicado, destruindo a gordura localizada e quebrando septos fibrosos que deixam a pele com aspecto irregular. O procedimento ainda estimula a produção de colágeno, deixando a pele mais firme e com maior elasticidade. Todo o processo leva cerca de uma hora e meia.

Carboxiterapia

A carboxiterapia, apesar de recomendada em algumas clínicas de estética para todos os tipos de celulite, não conta com apoio médico. Isso porque, inicialmente, a técnica foi criada para tratar úlceras na pele – a injeção de dióxido de carbono melhorava a circulação sanguínea e a oxigenação dos tecidos, fazendo com que as feridas se fechassem mais rapidamente. Depois, começou a ser usada no meio estético com a ideia de que sua ação vasodilatadora também poderia reduzir a flacidez e as irregularidades decorrentes da celulite. Mas até agora foram feitos poucos estudos sobre a eficácia e a segurança do método, então a maioria dos dermatologistas não apoia o tratamento.

Ultrassom com lipolíticos

O efeito mecânico e/ou térmico do ultrassom lipolítico tem sido bastante usado no combate à celulite e à gordura localizada. A promessa do tratamento é realizar modificações nas ligações intercelulares e aumentar a permeabilidade da membrana celular. Ele tem uma potência maior do que o ultrassom convencional e, geralmente, é acompanhado de um gel que auxilia a movimentação do aparelho e facilita a penetração da onda sônica. Entretanto, mais estudos são necessários para provar a real eficácia do método, o que faz com que o tratamento ainda desperte desconfiança no meio médico.

Gesso liporredutor

O gesso liporredutor é uma mistura de substâncias que endurecem quando aplicadas sobre a pele, promovendo aquecimento, vasodilatação e melhor penetração de princípios ativos como a cafeína. Teoricamente, a cafeína atuaria quebrando a gordura, estimulando a microcirculação e drenando o líquido acumulado. O problema é que esse tratamento tem apenas base teórica, não havendo comprovação científica da sua eficácia. Ainda assim, o método é recomendado para graus mais avançados de celulite e, segundo as clínicas que realizam o tratamento, precisa de, pelo menos, dez sessões para apresentar resultados.

 

Leia também: Oito tratamentos para eliminar as estrias

1 Comentário

  1. […] Leia também: 10 tratamentos estéticos para combater a celulite […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar!

maillots football boutique fussball trikots outlet billige fodboldtrøjer fótboltatreyjur maillot de foot venta camisetas de futbol baratas goedkope voetbalshirts maillot foot pas cher maglie di calcio online fotbalové dresy eshop fotbollströjor med tryck stroje piłkarskie