Ultrassom Microfocado: Conheça esse tratamento

Ultrassom Microfocado

O ultrassom microfocado é um aparelho utilizado com o intuito de rejuvenescer e melhorar a aparência da pele do rosto. Indicado para homens e mulheres que sofrem de flacidez e rugas na face e pescoço, o ultrassom microfocado é uma tecnologia que vem fazendo muito sucesso.O ultrassom microfocado faz parte de uma técnica não cirúrgica aprovada pela ANVISA e FDA para o tratamento de flacidez da pele. As ondas do ultrassom conseguem atingir e aquecer as camadas mais profundas da pele, criando pontos de coagulação e diminuindo a flacidez.

A flacidez facial é uma grande preocupação na atualidade. A flacidez é uma decorrência natural da passagem dos anos, no entanto, algumas mulheres tendem a sofrer mais com a condição, visto que a genética influencia e o sexo feminino tem mais propensão ao acúmulo de gordura. Com o passar dos anos a elastina e as fibras de colágeno enfraquecem, deixando a pele com aparência flácida.

A flacidez pode ser dérmica ou muscular, sendo no primeiro caso provocada por fatores genéticos e hormonais ou por fatores naturais, como o excesso de exposição ao sol. Já no segundo caso, a flacidez muscular, pode ser algo decorrente da falta de atividades físicas ou de má alimentação.

Quando é indicado?

A técnica que faz uso do ultrassom microfocado é indicada para pessoas, sejam homens ou mulheres, que sofram de flacidez facial. O procedimento visa o rejuvenescimento e a correção da flacidez, sendo indicado para peles de todos os tipos.

O uso de ultrassom microfocado é indicado para indivíduos com flacidez leve ou moderada e que não estejam preparados para a realização de um lifting. Também é uma boa opção para pessoas que já realizaram cirurgias ou liftings e não querem fazer novamente.

Indivíduos com flacidez severa também podem recorrer ao uso do ultrassom microfocado, especialmente aqueles que possuem contraindicação para cirurgias corretivas. O procedimento costuma ser rápido e indolor.

Como é o procedimento?

O procedimento pode ser realizado em peles de todos os tipos. O processo com um todo dura em média 2 horas e após terminado a pessoa pode voltar às tarefas do dia a dia. Já na primeira sessão podem ser vistos resultados, no entanto, recomenda-se certa periodicidade por alguns meses.

Antes de dar início à aplicação, o paciente é medicado de forma a minimizar os possíveis desconfortos. Para tanto, faz-se uso de analgésicos e, após a higienização da pele, é aplicado um creme tópico anestésico. Em seguida, faz-se a documentação fotográfica para que se possa acompanhar os resultados. Depois de feitas as marcações, a aplicação do ultrassom microfocado tem início.

As ondas do ultrassom microfocado são capazes de atingir até mesmo 4,5 mm de profundidade. Elas atuam causando microcoagulação ao atingir o colágeno, criando, com isto, pontos de retração. Ao final de cada sessão é possível contabilizar até mesmo 10.000 pontos de sustentação, contribuindo efetivamente para a correção da flacidez.

Quais são os preparativos?

Não existem muitos preparativos para a aplicação do ultrassom microfocado. Após agendada a sessão, deve-se comparecer à clínica na hora marcada. Depois de finalizado o procedimento a pessoa pode voltar às atividades rotineiras normalmente, portanto, não é preciso comparecer acompanhado.

Já na sala específica em que será feita a aplicação, a pessoa tem a pele limpa e anestesiada com pomada tópica. Pode ser dado analgésico para amenizar a dor. É preciso certa periodicidade para ver resultados efetivos, portanto, recomenda-se marcar nova sessão antes de sair da clínica.

Riscos e efeitos colaterais

O procedimento que faz uso do ultrassom microfocado não é indicado para mulheres grávidas, assim como para pessoas que estejam com feridas abertas na região da face ou pescoço e para pessoas com acnes graves ativas. O ultrassom microfocado não pode ser aplicado diretamente sobre implantes, queloides ou preenchedores.

Durante a aplicação é comum sentir um leve desconforto. Nos dias seguintes pode haver sensação de pele rígida na região. Pequenos hematomas também podem surgir, no entanto, desaparecem rapidamente.

O que ocorre após o procedimento?

Logo após o procedimento a pessoa está livre para retornar às atividades do dia a dia. A aplicação do ultrassom microfocado é rápida e indolor, sendo que, no máximo, em duas horas a pessoa já é liberada da clínica.

Sensação de pele rígida pode ser sentida uns dias depois da aplicação, visto que as ondas atingem camadas profundas da pele. Um leve rubor local também pode ser notado em alguns casos.

Excelente opção para indivíduos que querem evitar o lifting ou cirurgia, o uso do ultrassom microfocado é realmente bastante eficiente. Em poucas sessões pode-se notar uma melhora no contorno facial e na flacidez. Os resultados surgem, em média, ao longo de 2 ou três meses, podendo haver melhora contínua até mesmo depois de 6 meses da aplicação. Indolor, rápido e eficiente, o ultrassom microfocado é uma das técnicas mais procuradas atualmente em clínicas de estética.

 

Leia também: Criolipólise: Conheça melhor sobre esse tratamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar!

maillots football boutique fussball trikots outlet billige fodboldtrøjer fótboltatreyjur maillot de foot venta camisetas de futbol baratas goedkope voetbalshirts maillot foot pas cher maglie di calcio online fotbalové dresy eshop fotbollströjor med tryck stroje piłkarskie