A palavra Yoga vem do sânscrito e é originária da raiz verbal “yuj”, que significa unir, integrar e totalizar. Portanto, Yoga também é união, já que tem como objetivo principal despertar a sensação de êxtase (bem-estar), por meio da integração do ser.

Esta integração acontece através de técnicas de respiração (Pranayama), posturas e movimentos físicos (asanas), além da meditação.

Origem da Yoga

O Yoga surgiu na Índia e tem como base os princípios das disciplinas físicas e mentais indianas. As práticas, portanto, foram bastante influenciadas pelas filosofias do budismo e do hinduísmo.

Como funciona?

A prática do Yoga tem como objetivo silenciar a mente.

Os mestres yogues descobriram que alcançando o equilíbrio do corpo – por meio da flexibilidade dos movimentos e alinhamento e equilíbrio dos chakras e glândulas – a mente, por consequência, se equilibrava.

Embora todos os praticantes de Yoga tenham esse objetivo em comum, os meios para alcançá-lo são distintos, o que acabou por dar origem as mais variadas linhas de Yoga, cada qual com sua proposta particular. São elas: Bhakti, Hatha, Jñana, Karma, Kriya, Raja, Raja Vidya, Siddha, Swásthya, Kundalini, Prakriti, Ashtanga Vinyasa e Iyengar, entre outras.

No contexto do Hinduismo, seis linhas de Yoga ganham destaque:

  • Bhakti Yoga: este é o Yoga de devoção, no qual a força emocional e o amor do praticante são purificados e canalizados para Deus;
  • Jñana Yoga: é a evolução através do conhecimento ou sabedoria;
  • Karma Yoga: é o Yoga da ação e do trabalho voluntário;
  • Raja Yoga: tem ênfase nas faculdades mentais, no caminho direto para a Meditação e na contemplação;
  • Raja Vidya Yoga: conduz o praticante à iluminação da consciência de reverência e transmissão de energia, através de posturas físicas, pranayamas (técnicas respiratórias), relaxamento, técnica de concentração e Meditação para o despertar da consciência espiritual, além de mantras e kriyas (purificação do organismo);
  • Hatha Yoga: tem como objetivo o desenvolvimento do potencial do corpo para alcançar a iluminação.

No entanto, a partir da linha Hatha, surgiram muitas outras vertentes:

  • Kryia Yoga: é um método revivido pelo Mestre Babaji, que consiste em cinco técnicas para purificar e controlar o corpo e a mente;
  • Siddha Yoga: é o Yoga dos grandes mestres, da devoção através dos mantras e da meditação;
  • Swásthya Yoga: é a sistematização do Yoga Antigo, realizado na década de 60. A prática foi feita pelo brasileiro DeRose, conhecido escritor e professor de Yoga;
  • Kundalini Yoga: tem como foco o processo de despertar o poder máximo de energia do praticante – aquele que carrega todas as potencialidades e que dá vida a todos os organismos. Além disso, o objetivo dessa prática é controlar e unir esse poder com sua consciência suprema, para fundir corpo e espírito;
  • Prakriti Yoga: ligada à natureza da vida, que se conecta com as forças e a energia;
  • Ashtanga Vinyasa Yoga: consiste na sincronização de posturas, movimentos e técnicas de respiração, que surtem gradativos efeitos físicos, mentais e espirituais. No Brasil, geralmente ensina-se a primeira e a segunda série. Para realizar a primeira, estima-se que o praticante leve de um ano e meio a três anos para aprender, se houver disciplina;
  • Iyengar Yoga: posturas com foco no alinhamento do corpo.

Nota-se que, além de exercitar o corpo, o Yoga trabalha também a respiração, o relaxamento e a expansão da consciência. O Yoga é uma forma de viver consciente. No entanto, os ensinamentos que você pode obter através dele são acessíveis somente por meio da prática regular.

Aplicações

O principal objetivo do Yoga é transferir para o dia a dia os ensinamentos e o autoconhecimento adquirido dentro da sala de prática. Naturalmente, o seu estilo de vida e o seu comportamento diante dos acontecimentos sofrerão algum tipo de transformação, já que o praticante passa a ter uma relação melhor consigo mesmo. A aplicação do Yoga acontece na medida em que você muda a maneira de se relacionar com tudo que lhe cerca.

Existem contraindicações?

Todos podem praticar, afinal, os seres têm direito de viver a felicidade plena. A única questão importante é: o que o praticante está buscando? O seu estado de saúde ou biotipo é que determinará o estilo de prática ou a linha que a pessoa vai seguir.

Por isso, é importante fazer uma aula experimental ou conversar com algum professor de Yoga. A ideia é expor seus objetivos para que o especialista possa auxiliá-lo a discernir qual é a melhor metodologia a seguir. Dependendo do caso, algumas posturas podem ser contraindicadas a alguns praticantes.

Leia também: Bambolê: saiba como afinar a cintura

1 Comentário

  1. […] Leia também: Saiba mais sobre o benefícios da Yoga […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar!

maillots football boutique fussball trikots outlet billige fodboldtrøjer fótboltatreyjur maillot de foot venta camisetas de futbol baratas goedkope voetbalshirts maillot foot pas cher maglie di calcio online fotbalové dresy eshop fotbollströjor med tryck stroje piłkarskie